domingo, 10 de maio de 2015

Momento Reflexão #19: Maldade ou vida?

    Olá, leitores! Trouxe mais uma redação minha para vocês (já cansaram? hahaha). Espero que consigam refletir sobre a mensagem que quis passar. :)

 Maldade ou vida?
    "O que as circunstâncias da vida fazem com as pessoas? Será que as pessoas "ruins" são realmente assim ou foram transformadas pelo desamor terreno?" Essas são algumas das perguntas que dominam minha mente quando tenho contato com outros humanos, ou quando assisto ao jornal, e até mesmo durante uma leitura não-fictícia.
     E era exatamente nisso que eu pensava enquanto caminhava até a Biblioteca Nacional, no Centro da Cidade, quando avistei uma situação que me deixou atordoada: um covarde batia e tentava assaltar uma idosa visivelmente incapaz de se defender. O pior de tudo era que eu conhecia o assaltante e não tinha ideia do que poderia fazer.
     Fui até eles. Antes de me aproximar, percebi que ele me reconheceu e não soube o que falar ou como reagir. Ponto para mim. Para ganhar tempo, puxei a idosa para trás e tentei dialogar com o rapaz.
     - Você sabe o que está fazendo? Você é um menino que tem tudo de que precisa e mais. Esta senhora é só mais uma que tenta sobreviver todos os dias com o pouco que tem. Você deveria ajudá-la!
     Ficou claro que ele nunca tinha pensado em nada daquilo. Talvez percebesse agora que a vida não é justa para ninguém e que o problema dele - que provavelmente era o "motivo" daquele acontecimento - não é nada, se comparado a situações complicadas nas quais muitas outras pessoas vivem.
     Talvez o problema maior de todo o mundo seja achar que tem a pior vida ou que os momentos ruins que devem enfrentar são catastróficos quando não o são. Por isso se deixam levar e cometem grandes erros; difíceis, porém possíveis de serem consertados. 
     Em situações como essa, o melhor a ser feito é demonstrar à pessoa que existem outras opções, porque a maldade, na verdade, é cultivada; ela não nasce no coração de ninguém. O que podemos fazer para ajudar é lapidar. Isso mesmo. Lapidar. Algumas pessoas ainda são diamantes brutos."

    (Obs.: Caso alguém queira copiar para trabalho, post em rede social ou até em legenda, está permitido, desde que dê os devidos créditos.)


Espero que tenham gostado! Beijinhos ♥

Nenhum comentário:

Postar um comentário