quinta-feira, 22 de agosto de 2013

O Pequeno Príncipe

    Finalmente li O Pequeno Príncipe. Após muitas pessoas me perguntarem se li e o porquê de não, minha linda professora de português me emprestou e li ontem. Tem 93 páginas, editora Agir, escritor Antoine De Saint-Exupéry (acho que se escreve assim). E é um livro tão profundo que não há a possibilidade de resenha, cada um poderá interpretar da sua maneira. 



    Então, marquei as partes que achei mais vitais. Aqui estão elas:



   "Mas, com certeza para nós, que compreendemos o significado da vida, os números não têm tanta importância!" página 20 



    "Para aqueles que compreendem a vida, isto pareceria sem dúvida muito mais verdadeira. Não gosto que leiam meu livro superficialmente." página 20 





   "Tu julgarás a ti mesmo - respondeu-lhe o rei. - É o mais difícil. É bem mais difícil julgar a si mesmo que julgar os outros. Se consegues fazer um bom julgamento de ti, és um verdadeiro sábio." página 41 



    ""As pessoas grandes são de fato muito estranhas", pensou ele continuando sua viagem." 


    " - Só as crianças sabem o que procuram." página 75



   " - As pessoas vêem estrelas de maneira diferente. Para aqueles que viajam, as estrelas são guias. Para outros, elas não passam de pequenas luzes. Para os sábios, elas são problemas. Para o empresário, eram ouro. Mas todas essas estrelas se calam. Tu, porém, terás estrelas como ninguém as teve." página 87 



    " - Será lindo, sabes? Eu também olharei as estrelas. Todas as estrelas serão como poços com uma roldana enferrujada. Todas as estrelas me darão de beber..." página 89 




    " - Quando a gente anda sempre em frente, não pode ir muito longe..." página 18

Nenhum comentário:

Postar um comentário